• 28 de maio de 2019
  • 0

Equipe premiada de contadoras de história da Prefeitura apresenta trabalho na Academia Maranhense de Letras

Com a intenção de proporcionar o desenvolvimento de práticas leitoras, cerca de 30 crianças da U.E.B. Antônio Lopes, da rede municipal de ensino de São Luís, viveram uma experiência diferente nesta terça-feira (28). Elas foram à Academia Maranhense de Letras (AML) acompanhar a equipe da Prefeitura de São Luís ligada à Secretaria Municipal de Educação (Semed) e que foi premiada na 3ª edição do Troféu Baobá, no mês de abril, em São Paulo. Na oportunidade, as contadoras apresentaram o trabalho realizado por elas nas salas de aula da rede municipal. A ação integra a política de incentivo à leitura implantado na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

Para a secretária adjunta de Ensino, Maria de Jesus Gaspar Leite, que representou o secretário Moacir Feitosa, as crianças são o sentido do trabalho desenvolvido na Secretaria. Ela agradeceu as portas abertas da AML e pontuou a importância deste momento na vida delas. “A vinda à AML é importante para desenvolver na consciência delas o gosto pela leitura, e as práticas leitoras são fundamentais, ainda mais em espaços alternativos, para além da escola, pois estes marcam a vida das crianças, é um momento significativo no processo de leitura e de escrita e de incentivo a gostar das letras e cumprir o papel da Educação na construção de uma sociedade mais justa, humanitária e mais sábia”, pontuou.

Deixe o seu comentário