• 3 de agosto de 2019
  • 0

Prefeito Edivaldo acompanha avanços na obra estrutural que promoverá modernização do Nhozinho Santos

O Estádio Municipal Nhozinho Santos recebe a maior obra estrutural dos últimos 60 anos. A reforma, que promoverá a modernização e revitalização completa do espaço, foi vistoriada neste sábado (3) pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior. O estádio está sendo amplamente reformado e modernizado para tornar-se de fato uma grande arena de futebol, apto a receber jogos de todas as divisões futebolísticas brasileiras. O trabalho integra o conjunto de ações desenvolvidas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior na área do Esporte.

Ao percorrer o estádio, o prefeito Edivaldo Holanda Junior destacou a magnitude da obra que vai transformar uma das mais importantes praças esportivas da capital, com um simbolismo imensurável para o futebol e o esporte maranhense. “Esta é a primeira grande reforma verdadeiramente estrutural realizada no Nhozinho Santos, em 69 anos de história. Ter a oportunidade de concretizar esse grande projeto em nossa gestão é algo que nos deixa muito felizes porque o “Gigante da Vila Passos” é um patrimônio de São Luís e de imenso valor para o esporte maranhense. De forma que, com esta obra que executamos, vamos entregar um estádio totalmente novo para a população e os desportistas”, afirmou o prefeito.

Os serviços são executados pela Prefeitura de São Luís por meio das secretarias municipais de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e Esporte e Lazer (Semdel) com parcerias do Governo do Estado e, ainda, com recurso de emenda parlamentar do deputado federal Cléber Verde. Na vistoria às intervenções, o prefeito esteve acompanhado pela primeira-dama Camila Holanda, o vice-prefeito Júlio Pinheiro e secretários municipais.

O trabalho de modernização do Estádio Nhozinho Santos contempla reformas em todos os setores do espaço. A nova arena terá como principal diferencial a colocação de placas de vidros temperados laminado no alambrado, substituindo o antigo que era de ferro e considerado ultrapassado para os atuais padrões das arenas modernas. As bases de alumínio para sustentação dos vidros já estão sendo colocadas.

“Além de um simbolismo emblemático para os ludovicenses, a obra de restauração do Nhozinho Santos era uma demanda antiga população e dos esportistas maranhenses. E a gestão, ciente dessa importância, empreende todos os esforços para devolver à comunidade esse espaço tão fundamental para o futebol local”, afirmou o vice-prefeito Júlio Pinheiro.

Todo o gramado foi trocado por novas placas de gramas e já recebeu 72 novos pontos de irrigação com sistema de funcionamento automatizado a com modelos de aspersão pop-up, que submergem ao término do trabalho e ficam subterrâneos. “Com a reforma pela qual passa o Nhozinho, o estádio vai atender a todas a normas previstas pelas confederações futebolísticas para uma arena de futebol de fato”, destacou o secretário municipal de Desporto e Lazer, Rommeo Amim.

Deixe o seu comentário