• 31 de maio de 2019
  • 0

Prefeitura atinge mais de 80% de cobertura vacinal contra a gripe na capital a partir de estratégias de mobilização

Cinquenta e quatro salas de vacinação, postos voltantes em shoppings e em bairros populosos da capital, busca ativa em escolas, imunização domiciliar e dois dias D de vacinação foram algumas das estratégias usadas pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior para garantir a cobertura da Campanha Nacional de Vacinação contra gripe. Nesta sexta-feira (31) a campanha foi encerrada em São Luís com uma cobertura de 81,74% do público-alvo. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), os grupos que atingiram maior cobertura foram os de comorbidades, 100%, professores, 95,05% e idosos, 92,02%. Uma das mais baixas coberturas ficou no grupo de crianças de seis meses a menores de 6 anos, que registrou 59,38%.

Executada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a ação começou no dia 10 de abril. Com o fim da campanha, as doses ainda disponíveis nos postos podem ser aplicadas não somente no público-alvo, mas também na população de um modo geral. “Superamos a meta em alguns grupos prioritários, mas vamos continuar buscando, por orientação do prefeito Edivaldo, o público para garantir que pelo menos 90% dos demais sejam vacinados”, disse o secretário de Saúde, Lula Fylho.

Deixe o seu comentário